Translate

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Mexicanos "espreitam" oportunidade no Porto

O grupo mexicano de transportes ADO espreita a oportunidade de negócio no Porto, com a anunciada privatização da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto -STCP. 
Grupo mexicano de transportes opera no México e Espanha
Um ano após o investimento feito pelos mexicanos, na aquisição duma empresa de transportes urbanos em Espanha - "Avanza" por valores não divulgados, a empresa mexicana de transportes sedeada na cidade do México, centra agora  atenções em portugal  no âmbito das privatizações do sector dos transportes que o actual  Governo tem vnindo a preparar nas duas maiores cidades do luso terrritório.


Grupo mexicano ADO espreita negócio no Porto
Os mexicanos da ADO, operam com uma frota de mais 6.000 autocarros e para qualquer coisa como 1.5000 destinos em todo o México, estando a sede da empresa precisamente na cidade do México. 
A internacionalização tem vindo a tornar-se uma realidade e no último ano foi a vez da espanhola  "Avanza"  uma empresa de transportes urbanos com mais de 5.000 trabalhadores ao seu serviço, desde motoristas até aos gestores de trafego e de estações de autocarros, passarem para as mãos dos mexicanos, numa grande operação que contaria com o apoio do Deutsche Bank. 

A Sociedade de Transportes Colectivos do Porto SA, empresa detida a 100 por cento pelo Estado, com um efectivo de 1.318 trabalhadores ao seu serviço, assegura o transporte colectivo público rodoviário de passageiros na Area Metropolitana do Porto, em regime de exclusividade dentro dos limites geográficos do concelho do Porto e no regime de concessão, nos concelhos vizinhos de Matosinhos, Maia, Valongo, Gondomar, Vila Nova de Gaia desde 1946, mas na sua origem está a " Companhia Carril Americana do Porto" no já mui distante ano 1872.