Translate

domingo, 15 de dezembro de 2013

Igreja Católica ignora "História e Património"

Em tempo de Navidad, como se diz na America Latina, decidimos trazer aqui, uma história que é grande e bela mas que simultaneamente não deixa de ser triste, porque sintomática  das sociedades modernas de hoje seja na America Latina ou no Mundo em geral.

A História de Los Toribianitos
Vamos primeiro à história de «Los Toribianitos del Peru» ou apenas "Los Toribianitos" como são abreviadamente conhecidos em toda a America Latina estes "pequenos cantores" de Vilancicos, que o mesmo é dizer as canções navideñas, numa palavra os temas de Natal de ontem e de hoje e de sempre porque este Coro, qualquer que seja o seu final, há muito que faz parte do "Património Musical" do Peru.

«Los Toribianitos» é dito de modo simples, um coro formado por estudantes do Colegio "Santo Toribio de Mogravejo", em Ríimac no Perú. Um Coro que diga-se, em abono da verdade, tem um trabalho meritório de formação e de interpretação, aliás reconhecido dentro e fora do seus país de origem mas nunca agraciado pelas autoridades nacionais. Tão pouco alguma vez recebeu qualquer apoio do Estado, apesar de ser há muito uma peça considerada incontornável no âmbito do "património musical" deste país da América Latina.

"Los Toribianitos" de hoje, são os herdeiros de mais de três dezenas de alterações do elenco musical original, iniciado no já distante ano de 1971, pois com a idade, sempre foi necessário trazer e formar novos pequenos cantores para dar continuidade e sonoridade a "Los Toribianitos".

A criação deste "Coro Infantil" fica a dever-se ao Padre Oscar Aquino Perez, que entra no Seminário aos 12 anos de idade, vindo da sua terra natal - Matucana, na serra central  um lugar que dista poucos quilometros de Lima, a capital do Peru.
O Padre nunca foi musico é verdade, mas desde muito cedo ficou claro para ele, que "tinha de levar a palavra do Senhor ( a palavra de Deus) à maioria das crianças do seu país, através da musica eucaristica". 
E se bem o pensou melhor o fez, dando corpo e forma ao seu  "Coro Infantil "nascido então no Colégio onde leccionava e foi dele Director.
No inicio quiseram chamar-lhe "Los Toribianos", mas a designação não entrava no ouvido... De seguida e como opção estavam para lhe dar um nome em Inglês, mas rapidamente perceberam que a melhor designação estava encontrada e tinha tudo a ver com as suas origens - "Los Toribianitos del Peru..."

E durante 41 anos foram-se afirmando as vocações, deram-se muitas alegrias, fizeram-se muitas apresentações, viveram-se muitas manifestações de fé, de amor e carinho ao povo e ao Perú ...E cantar no Coro, para os que dele fazam parte era afirmar a premissa de que "quem canta ora duas vezes...ajudando dessa forma, aqueles que delas mais necessitavam" manifesta um dos seus ex-elementos.
Ainda um dado curioso na história de «Los Toribianitos» é que nasceu logo após a vitória de estudantes do colégio "Santo Toribio del Rímac"  num concurso de canto promovido pela Cruz Roja. São quase mil e quinhentos "niños" com idades compreenddidas entre os 6 e us 13 aanos, que passarama pelo Coro que perfilhava os valores cristãos. Entre os muitos temas conhecidos e cantados por várias gerações constam entre outros “Ven a cantar”, “Feliz Navidad”, “Cholito Jesús”, “Mi burrito sabanero”, “Vamos pastores, vamos”. A última e mais recente produção discográfica é uma compilação justamemnte das melhores canções do Coro de Pequenos Cantores que chegou a participar do famoso Zecchino d'Oro -Festival realizado em Itália, de  apoio à  Unicef.
 
Findo todo este tempo, espalhada a mensagem de amor, fé e Paz, amealhado todo este patrimonio, o Padre Oscar Aquino é destituido do seu cargo e da instituição. Um dos seus sucessores viria a negociar a venda das instalações do Colégio Santo Toribio, numa área de mais de 5 milhares de metros quadrados, em Lima, capital do Peru a uma grande imobilliára. 
O encerramento inesperado da institução, propriedade do Arcebispado do Perú, quando havia recebido inscrição de mais de 2.500 crianças para frequentar o Colégio, leva a protestos e manifestações contra este verdadeiro atentado a toda a história e património da instituição de ensino peruana. Não contentes com esta posição a direcção católica do emblematico Colégio chama a policia que carrega então sobre pais, alunos, ex-alunos e familiares dos estudantes/cantores de "Los Toribianitos..."

Uma história onde se cruzam decisões repentinas, com interesses económicos privados, se denota corrupção, confirmam-se negócios, valoriza-se a sociedade consumista, vingam os interesses imobiliários em detrimento das causas, dos valores, dos direitos, até humanos, que todos dizem defender e, mais ainda fazem parte do discurso da Igreja Católica. 
Um quadro que configura ligações anormais entre a Igreja Católica, no Perú e os interesses privados de empresas da construção e do imobiliário, naquele país latino-americano. A história pouco importa, o património de pouco vale, mas os valores monetáros para uso individual esses sim devem sobrepor-se aos valores e causas que a Igreja Católica defende ou diz defender...

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

PATXI estava "por venir " a Portugal ...

Foi o histórico programa de TV Zip-Zip que deu a conhecer o cantor -Patxi Andion. Mas além de músico, cantautor (cantor e compositor de belas melodias) é também ator.
Patxi Andion esteve em portugal várias vezes mas para cantar duas, não sem que antes a PIDE/DGS o tivesse expulsado do país relegando a apresentação do cantor para anos mais tarde.
Francisco José Andión González , mais conhecido por «Patxi Andión» nasceu em Madrid, a 6 de otubro de 1947 mas bem pequeno rumou com os pais para a região Basca e daí ser referenciado como de origem basca. Mas para além da sua actividade como cantautor Patxi é professor de sociología. 
A sua faceta de ator essa está patente em algumas películas espanholas dos anos 70 e 80 do seculo passado. São mais de uma dúzia as participações como ator, umas quantas também como compositor e ainda outras na direcçao de séries para Televisão. 

Rica é igualmente a discografia de Patxi sendo o primeiro longa diração datado de 1969, gravando à media de um trabalho ao ano quase até aos nossos dias. Marcante na sua carreira e também para a histórica dos musicais é "EVITA" no ano 1981 e que viria a estar em cena, mais de dois anos e meio.
Conhecedor da obra e do cantor espanhol, da força das suas canções Ary dos Santos viria não apenas a traduzir para português algumas das suas canções como a gravar em disco algumas delas na voz de Tonicha, isto ainda antes do 25 de Abril.


Em 24 de Março de 1974 o cantor basco actuou finalmente em Portugal, tendo por palco o "Coliseu dos Recreios de Lisboa" Completamente superlotado Patxi Andion viria a ser fortemente ovacionado e de pé sob os olhares dos agentes da então polícia politica do regime que circularam na sala durante o concerto.
Patxi Andion viria entretanto várias vezes ao luso território a maioria das quais para cantar e conviver com os muitos amigos que por cá fez. Um deles ou melhor uma das amigas é a Fadista Ana Moura com quem vem aliás a colaborar no âmbito do seu terceiro disco.

Em Maio de 2009 Patxi Andion realizou não um mas quatro grandes espectáculos que permanecem na memória de muitos concidadãos . Actuou na Figueira da Foz, em Lisboa, no Porto e também na cidade da Guarda.
Os anos passam e eis-nos chegados a 2013. Patxi Andion está de regresso a Portugal desta feita para apresentar o seu último trabalho intitulado «Porvenir».E depois da passagem pelo "Herman José" na RTP1 aí estão os Concertos - no dia 8 de dezembro no Centro Cultural de Belém, em Lisboa e no dia seguinte (dia 9) na Casa da Música, no Porto...

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Bolivia com crescimento económico "record"

A Bolivia terminará o ano de 2013 com um crescimento económico considerado "record".

«Revendo os dados económicos estou surpreendido com o crescimento económico do país, podendo mesmo ser considerado um "record histórico" este crescimento que se estima  da ordem dos 6,5%  em 2013»  manifestou Evo Morales, Presidente da Bolívia no decurso de recente conferência de imprensa.

O chefe do Estado Boliviano atribuiu esta «"bonança" económica ao esforço do povo, à subida do sector produtivo e também à política de nacionalizações implementada desde 2006, com intuito de recuperar os muitos recursos naturais e as empresas consideradas estratégicas para o desenvolvimento da Bolívia e o bem estar dos bolivianos».
Evo Morales sublinha que «a realidade é hoje bem diferente dos tempos "neo-liberais"» quando o crescimento económico anunciado era da ordem dos 3%  «mas tinhamos nas ruas, em marchas de protesto e reivindicação de aumentos salariais os trabalhadores de vários sectores de actividade e os médicos por exemplo, face á falta de poder aquisitivo de bens e serviços. Actualmente os aumentos salariais estão sempre acima da inflacção», destacou o presidente boliviano. 
Dado não menos importante diz respeito ao investimento público que em 2014 superará os  6.000 millões de dólares, sendo que 20% desse montante provém de créditos e os restantes 80% " de recursos próprios bem ao invés do que sucedeu durantes os governos neoliberales e tomemos como exemplo o ano de 2005 em que do valor de 600 millões de dólares, cerca de 70% provinha de créditos o que tornava o Estado dependente do exterior, quando os recursos estavam na mão de privados nacionais e estrangeiros.
Uma mudança que decorre do gerar de divisas por parte das empresas estatais, do reinvestimento de impostos pagos pelos bolivianos e da democratização dos investimentos, o que se traduz em beneficios para os bolivianos, em obras suportadas pelo Estado e pelos Municipíos e implementação de vários programas estatais, realizados a pensar na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e do desenvolvimento económico da Bolívia. 

Evo Morales sublinhou não ser tempo de euforias mas de alguma contenção, pois apesar deste crescimento "record", de aumento de recursos em cada uma das regiões da Bolívia, das previsões favoráveis para 2014,  «temos de estar preparados para enfrentar possíveis reflexos das crises económicas na Europa e nos Estados Unidos que persistem. E, tal como aconteceu em 2008 a pretexto da "crise do capitalismo" na América, quem saíu particularmente afectado foi o Brasil e as transacções económicas com esse país. Dessa situação viria a resultar, por exemplo, uma forte quebra nas vendas de gás, por parte da Bolívia e por consequência menos receitas». 

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Miguel Bosé reconhecido como "Persona del Año 2013"

 Miguel Bosé vai ser reconhecido internacionalmente como "Persona del Año 2013" pela Academia Latina de "la Grabación", responsável pela atribuição dos Latin Grammy.

O "Tributo à Personalidade deste ano (2013)" vai ter lugar a 20 de novembro no Casino de Las Vegas como parte integrante da Semana de Celebração ou de atribuição dos Latin Grammy 2013
 
"O cantautor panamiano foi escolhido" - diz a organização dos Latin Grammy "pelos seus esforços filantrópicos sociais e profissionais". 
«Como verdadeira organização internacional, a "Academia Latina de Gravação" procura reconhecer pessoas que deixam marcas na musica e na cultura. E este ano orgulhamo-nos de render homenagem a um artista e filántropo, cujo imenso talento e generosidade tem tido um profundo impacto " comentou Gabriel Abaroa, presidente da Academia Musical.
"Estamos emocionados por homenajear um dos artistas mais respeitados y vanguardistas, assim como um Homem cuja ajuda desinteressada, tem beneficiado muitas causas e pessoas em todo o mundo".

A  "Homenagem a Miguel Bosé" vão ser  mostradas imagens e episódios da carreira do Artsita além de que, boa parte do seu repertorio, será interpretado por amigos y figuras da cena musical internacional como "Pablo Alborán, Juanes, Ricky Martin, Laura Pausini, Alejandro Sanz, Julieta Venegas, Carlos Vives", nomeadamente.

De recordar que "Bosé" ja recebeu diferentes reconhecimentos públicos e de nível nacional e internacional, incluindo um ""Grammy Latino"" pelo seu álbum "Sereno" datado de 2001 e, esteve nomeado em várias ocasiões ao longo da história dos "Latin Grammy".

Durante a sua carreira o cantautor trabalhou com grandes artistas entre os quais  figuram "Juan Luis Guerra, Juanes, Ricky Martin, Laura Pausini, Paulina Rubio, Alejandro Sanz, Shakira y Julieta Venegas, entre muitos outros.

A sua entrega a causas originou um arrecadar de importantes receitas por parte de instituições solidárias e de defesa de direitos fundamentais na sociedade dos nossos dias. Uma delas é precisamente  a  "Fundación Paz Sin Fronteras", criada para que o "Direito à Paz" seja reconhecido como um dos "Direitos Humanos Universais" e primordiais y como tal,  incluido na Carta Magna das Naciones Unidas.

Ao ser homenageado como "Persona del Año 2013 de ""la Academia Latina de la Grabación", Bosé junta-se a uma vasta lista de homenageados anteriormente e que integra nomes bem conhecidos como os de "Plácido Domingo, Gloria Estefan, Vicente Fernandez, Juan Luis Guerra, Carlos Santana, Shakira, y Caetano Veloso, por exemplo...

20 de novembro
Tributo a Miguel Bosé
Casino de Las Vegas (EUA)

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

"OVO da Moita " à consquista de países da America do Sul

A "OVO Solutions"  uma empresa sedeada no concelho da Moita, aponta as baterias para a America Latina, na senda da internacionalização e do crescimento das suas exportações. 

O objetivo é reforçar a internacionalização para fora da União Europeia, ultrapassando assim a quebra na procura interna, ao nível do mercado ibérico que até agora foi o principal mercado-alvo da  "OVO Solutions"    
A empresa produtora de contentores de lixo e Ecopontos já está a operar na America do Sul, em países como o Perú, Uruguay e Brasil, os que representam já qualquer coisa como 17% das vendas totais da "OVO "  revela Henrique Jacinto. O diretor-geral da empresa estima que as vendas para esta área do globo possam chegar aos 6,5 a 7 milhões de Euros este ano.  

 "Há projetos pontuais de alguma dimensão a decorrer nestes países, que são apoiados pelos Bancos Mundial e de Fomento Americano, com o objetivo de ajudar na aquisição de soluções de gestão de resíduos. São iniciativas que visam sobretudo criar condições para que o lixo não esteja nas ruas", explica Henrique Jacinto. Para estes países a finalidade é vender contentores de recolha de lixo de duas e quatro rodas, acrescenta o responsável da "OVO".

Pioneiros na produção de contentores de lixo e ecopontos a nível nacional a
"OVO Solutions"  
quer continuar a sua aposta nos mercados africano e da América do Sul, no intuito de  ultrapassar a quebra de procura no mercado ibérico. É verdade que já estamos a operar nestes mercados fora da Europa e daí o crescimento de 100% nas nossas exportações, apenas num só ano. 
"A nossa quota de mercado em Portugal é da ordem dos 90%", nos chamados ecopontos mas neste momento Portugal e Espanha pouco ou nada podem contribuir para o crescimento da empresa, uma vez que se trata do denominado mercado de reposição da recolha selectiva. 
Daí a internacionalização e procura de novos clientes, nos mercados emergentes que são os da América do Sul e também Angola, por exemplo.  
"Este ano, Angola registou uma faturação de 800 mil euros, cerca de 40% do valor total das nossas exportações que foi de 2 milhões de euros", adianta  o diretor-geral da empresa com instalações na Zona Industrial do município ribeirinho da Moita.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

"Caminhos de Santiago" em Bicicleta deixa portugal de fora

Percorrer os "Caminhos de Santiago" de Biciceta vai passar a ser possivel no âmbito da criação de um roteiro que contempla vários pontos deste histórico percurso.
A proposta é de um operador turístico, brasileiro que decidiu apostar na Bicicleta para levar "estes novos " peregrinos até Santiago de Compostela.
Mas o roteiro a fazer, durante 11 dias que inclui hospedagem, transportes, nomeadamente até ao início do percurso e claro, uma Bicicleta, de montanha, com freios a disco, pedais, suspensão dianteira e capacetes deixa de fora Portugal...e a sua profunda ligação no âmbito dos Caminhos de Santiago.
O único ponto de contacto com Portugal, no âmbito deste roteiro é o "Aeroporto Sá Carneiro", no Porto, mas apenas para embarque de regresso às origens, de cada peregrino.

Esta situação só vem revelar duas ou três coisas: uma enorme desatenção das autoridades turísticas portuguesas (leia-se Turismo de Portugal, Porto e Norte de Portugal -Entidade Regional de Turismo), face a esta interessante proposta, ou então, profundo desconhecimento do operador turístico brasileiro da grande ligação do território lusitano, aos "Caminhos de Santiago". E, por último, uma outra explicação para este virar costas que pode ser a tão falada "crise", mas isso contradiz a "super propagandeada" aposta no Turismo por parte de Portugal, a boca sempre cheia da "procura de novos mercados" emissores de turistas, ou o não menos propalado "crescimento do turismo", com uma procura nomeadamente dos brasileiros em novos produtos e pacotes turisticos...
Certo, certo é que apenas Madrid, León, Astorga, Ponferrada, Villafranca del Bierzo, aldeia de Cebreiro, Triacastela, Samos, Portomarín e ainda Arzúa, antes de percorrer os últimos quatro quilómetros até chegar à Plaza do Obradoiro de Santiago de Compostela estão no mapa destes "Caminhos de Santiago" em bicicleta que já começa a merecer a atenção de inúmeros "Ciclo - Peregrinos". 


Ah uma nota mais é que este "pacote" do Operador Turistico brasileiro conta com dois guias ciclistas e consultores portugueses para acompanhar os peregrinos em Bicicleta...

"Caminhos de Santiago" em Bicicleta
"Destine Operator Turismo (Br)"

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Andrea Echeverri candidata nos Latin Grammy 2013

Andrea Echeverri também é candidata nos Latin Grammy 2013. É verdade a artista compete com o seu album mais recente “Ruiseñora” na categoría de «Mejor álbum cantautor».

E para dia 15 deste mês está até agendado para o Teatro Mayor Julio Mario Santo Domingo (Bogotá), um concerto de Andrea Echeverri. A cantautora colombiana apela aos fãs e muito são, para que partilhem com enstusiamo esta nomeação ao Latin Grammy, onde os melhores dos melhores são apresentados neste grande palco e para todo o mundo ...
Será um espectáculo de «surpresas, estreias y novedades“ garante Andrea, partilhando com os seus milhares de fãs ou seguidores não só a sua música como a alegria de voltar a ser uma das nomeadas a um galaradão na categoria de "Mejor álbum cantautor" com o seu "Ruiseñora"

A artista colombiana recorda que ""corría o ano de 1997 quando com «Los Aterciopelados» y la “Pipa de la paz” fizemos história. Fomos os primeros colombianos a ser nomeados a un Grammy gringo ainda não existiam os Latin Grammy ... Uma ocasião em que seráimos atropelados pelos Cadillacs"" brinca Andrea Echeverri”.

Um ano mais tarde ( 98) "Los Aterciopealdos" voltam a ser nomeados desta vez com “Caribe atómico” ...mas "el gramófono" caiu nas mãos de Maná...
Chega 2001 e já em Los Angeles a cerimónia dos Latin Grammy é cancelada na sequência do atentado às Torres Gémeas ...mas um par de meses depois a Gala enche o palco e o primeiro "Latin Grammy" chega finalmente às mãos de Los Aterciopelados, com o trabalho "Gozo Poderoso“. 
Seria uma grande nomeação mas ofuscada pela tripla vitória de Juanes ... em três diferentes categorias. O valioso Grammy seria depositado por issso, no "museo nacional" da Colômbia! 


É então tempo de celebrar todas estas nomeações de «Los Aterciopelados» e mais ainda, aos êxitos e triunfos como solista, também nomeada aos Latin Grammy no ano de 2005 mas "derrotada" por Laura Paussini «já em pleno tapete rojo" tornando-me então invisivel, entre Shakira y Paulina Rubio».

«Em 2007 com Atercios, conquistámos um segundo Grammy con “Oye” e em Las Vegas eu subiria ao primeiro lugar na lista das mais mal vestidas, por certo, uma vez  que não vestia nenhum traje de grande estilista mas sim um uniforme, usado para subir ao palco no grande "Rock no Parque“ (qual Rock in Rio" local).


“Ahora vuelvo con Ruiseñora… si me gana Caetano, todo bien pero no, tenderé que volver en los proximos Latin Grammy “, conclui Echeverri.

 
De referir que além de Andrea Echeverri, Carlos Vives, Andrés Cepeda, Santiago Cruz, Mojito Lite y Maluma são alguns dos músicos colombianos nomeados aos Latin Grammy deste ano, celebrando assim a música que fala espanhol e português e cuja grande e super-mediátca Gala terá lugar a 21 de novembro em Las Vegas.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Latin Grammy 2013 - a melhor festa da música

Está aí mais uma edição dos "Latin Grammy".  A gala de atribuição dos mais altos "galardões" da América Latina é sempre aguardada com enorme expectativa,  já que é o ponto mais alto deste processo que envolve uma enormissima panóplia de intervenientes, na realidade musical das Américas do sul ao norte...

Músicos, cantores, compositores, a título individual ou em colectivo, sejam em dueto, quinteto, sexteto, bandas ou grupos, independentemente dos países de origem, da maior ou menor longevidade na carreira, da idade dos seus membros e, ... é claro os jurados, cujo papel não é nada fácil, constituem alvo de todas as atenções no ãmbito desta magna, super- mediática e memorável "festa da música latinoamericana", dos seus protagonistas e cujo desfecho está envolto numa grande incógnita.

Esta 14 ª edição que terá lugar a 21 de novembro tendo por palco "Las Vegas" e o  «Mandalay Bay Eventes Center» vem repetir o frenesim de anos anteriores, e mais ainda, pela novidade que constitui  a "Melhor Interpretação Urbana" uma nova categoria que vem juntar-se a todas as outras, perfazendo um total de 48 e 18 campos ou áreas distintas... E à espreita  do ambicionado prémio maior está uma imensidão de candidatos... alguns dos quais "reincidentes" nestas andanças...

E de todos os nomes e categorias permitam-me destacar desde logo "Pablo Albóran" cujo último trabalho discográfico "Tanto" é candidato a nada menos que três nomeações - Album do Ano, Gravação do Ano e Melhor Album Vocal Pop Tradicional. 
É o regresso do musico malagueño cuja carreira auspiciosa se confirma e dois anos depois de uma primeira vez, poderá ser um dos felizes contemplados com os "Latin Grammy" o que só viria acentuar que ««Tanto»» "en tan pouco tiempo" é mesmpo obra de artista... 

Bomba Estéreo
Alejandro Sainz é outro triplo "corredor" com a surpreendente «La Musica no se Toca» candidata a "Gravação e Canção do Ano", mas também "Melhor Album Vocal Pop Contemporâneo".
E um concorente direto - Miguel Bosé, surge com "Papitwwo" na corrida a "Melhor Album do Ano" bem como a "Melhor Album Vocal Pop Contemporâneo". Com igual número de nomeações vêm Andrés Cepeda e  Carlos Vives. 
«Mi Novia se está Poniendo Vieja» mas isso não será de modo algum impeditivo ao reconhecimento de que se trata de uma "Canção" deste ano do não menos popular cantautor Ricardo Arjona... 
Caetano Veloso é outro dos grandes protagonistas destes "Latin Grammy" 2013 ao estar nomeado para "Gravação" e "Canção do Ano" com o seu popular «Abraçaço».
Julieta Venegas e «Los Momentos» que continua a conquistar públicos nos mais diferentes paises do mundo, já não só na América Latina  é igualmente uma forte candidata a  "Melhor Album Vocal Pop Contemporâneo". E  «Quien Manda" da amiga e conterrânea "Mala Rodriguez" parte em busca da  «Melhor Interpretação Urbana». 
Café Tacvba
E se no capitulo da "Musica Alternativa" os Caffé Tacvba  avançam com «El Objecto llamado Disco" já os ""Bomba Estéreo" dizem que o melhor é ter "Elegancia Tropical" ...o melhor é esperar pela decisão do júri. 
"Asondeguerra Tour" é como o próprio nome indica o mais recente disco mas também a tourné ou gira que levará Juan Luis Guerra aos quatro cantos do mundo com este som "Tropical Contemporãneo" podendo mesmo vir a ser considerado o melhor de 2013 na sua categoria...

Albuns de «Salsa» são muitos e tão bons que ninguém nesta altura, arriscará qual o Melhor dos melhores entre Albita, Guayacán, Tito Neves ou Sergio Georges...e outros tantos títulos dançantes.  E o mesmo se dirá da «Música Mexicana» e do «Tango» onde o "Melhor" entre os vários e valiosos candidatos será uma verdadeira (re)descoberta. 

* Cantautores já destacados em «Companhia da Música»

Homem mais velho do mundo é Boliviano

É boliviano e será muito provavelmente o Homem mais velho do mundo. Completou em Julho 123 anos de idade. A certidão de baptismo de Carmelo Flores Laura, passada pelo Registo Civil da Bolívia, está agora a ser analisada pela Guinness World Records, uma vez que na altura em que Carmelo veio ao mundo, não existiam, naquele país da américa latina, certiidões de nascimento.

Um longo percurso de vida e de pastoreio nas montanhas junto à pequena aldeia de Franquicia. De pele escura Carmelo demonstra robustez fisica. Visão é coisa que não lhe falta, pois ainda não precisa de óculos, segundo os relatórios médicos. 
Conhecedor do pequeno mundo que o rodeia, o pastor lá vai fazendo pela vida, apoiado no cajado e nas recordações dos tempos em que a mulher ainda era a sua companheira de todos os dias. 
Memórias e cadilhos que da união com a falecida, há já 10 anos, nasceram três filhos que haveriam de contribuir para um numeroso clã, composto de 16 netos e 39 bisnetos e uma enorme felicidade e alento de sobra, para mais uns anos. 
Qual receita ou segredo da longevidade, Carmelo Flores confirma que "caminha bastante e diariamente, além da recusa em ingerir macarrão e açúcar .... Preguiçoso nunca foi e ajudar na cozinha sempre foi "saber e prazer, principalmente quando se tratava da cananhua, uma refeição extremamente rica em aminoácidos e proteinas!

E de um pequeno ponto esquecido no território bolivaino, Carmelo corre agora mundo, graças à sua saudavel mas dura vida, feita de um vai e vém permanente nas montanhas que lhe proporcionaram "sustento e ares" para a invejada longevidade, agora alvo de todas as atenções.  Cc09/13

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

"BATALHA" dos exemplos e das comparações


O Município da Batalha vai ser "contemplado" com 600 bicicletas destinadas a estudantes que residam a mais de 4 quilómetros da escola onde residam... Há ainda mais 100 Bicicletas para os munícipes poderem usufruir...na rede pública municipal. 

Pois é,  dito desta forma bem poderia parecer que estávamos a fazer algo pelas crianças, jovens e cidadãos em geral e também pela mobilidade, bem como pela melhoria da qualidade ambiental.

De facto assim é, mas o exemplo vem do outro lado de lá do atlântico, no Brasil. Pesem embora as distâncias, os problemas, as desigualdades, a chamada interiorização que também por lá é sentida, a pobreza, os êxitos económicos é desse grande país que nos chega a medida ou decisão, partilhada sublinhe-se entre Municípios, Ministério da Educação e Governo...


Esta disponibilização de BICICLETAS acontece mesmo, no âmbito de uma parceria então entre a Perfeitura Municipal de Batalha (Câmara na lusa linguagem) e o Governo do Estado. É no quadro de um programa de promoção da mobilidade a que decidiram chamar ««Pedala Piaui» e vai abranger não um, mas os vários municípios Piauis.

Destas 600 Bicicletas 340 destinam-se a alunos da "Unidade Escolar Conselheiro Saraiva (Estadual) e 260 aos alunos da Rede Municipal de Ensino - zona rural.
Pedala Piauí é uma iniciativa do Governo do Estado e da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc) que adquiriram 70 mil, terei escrito ou compreendido bem !!?? Devagar então, setenta mil bicicletas (é um sete e um, dois, três quatro zeros, bateu certo) para os municípios piauienses que começam a sair de Batalha ( lá no Brasil ) para serem entregues aos estudantes...

Sempre gostava agora de ouvir alguns papagaios que há por aí, se,pre muito atentos e solícitos a pegarem em exemplos, as boas experiências feitas lá pelas américas , por cá nas europas para não falar das populosas ásias e propagandearem o que se devia fazer, implementar, seguir. Será que agora vão abrir telejornais, escrever vários linguados, fazer reportagens junto do Governo/Governantes e dos autarcas ou candidatos a sê-lo como quem tem a chave do futuro ... Coragem precisa-se toca lá a dar o primeiro passo !!!Cc09-13

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Santana " reconhecido" após criticar exclusão de latinos

Carlos Santana o famoso guitarrista mexicano vai ser agraciado nos Estados Unidos, com um prémio do "Centro Kennedy" só atribuído aqueles que influenciaram com sua arte a cultura estadounidense.

Aquela distinção por parte do "Centro Kennedy para as Artes Cénicas" é considerada das mais importantes que se pode obter nos "States" e surge após críticas de que os Latinos estavam a ser marginalizados ou excluídos deste prémio, independentemente das suas origens, artes e influências na cultura dos Estados Unidos.
Carlos Santana - premiado por influenciar cultura estadounidense

O próprio Carlos Santana, em entrevista, chamava a atenção para o facto de "não se tratar" apenas e só de "um simples guitarrista mexicano".  

«A minha motivação é estimular a consciência universal» disse o músico de 66 anos de idade.
"Cresci com a geração de Woodstock y Bob Marley, 'One Love', e 'Imagine', John Lennon. "Eu sou um deles" e como tal, digo que "não fazemos o que fazemos com fins comerciais, para ser popular, nos Estados Unidos ou no Mundo ou porque somos mais ou menos bonitos". O que fazemos "não é mero entretenimento, nem se trata de sermos meras peças da industria do espectáculo". Para mim e todos esses outros, que referi,  este é «um dom ou chamamento» a que respondemos com o que de melhor fazemos e sabemos"  diria o exímio guitarrista, originário de um pequeno e remoto povoado, no México, que "um dia imigrou com a sua família para San Francisco, disposto a conectar culturas e estilos musicais..." frisou.

Carlos Santana recebe este prémio do "Centro Kennedy" atribuído também ao músico Billy Joel, ao músico de jazz Herbie Hancock, à estrela da ópera Martina Arroyo (que é de ascendência portoriqueña) e à actriz Shirley MacLaine. 
Um "Concerto/Gala de atribuição deste "prémio de honra", máximo nos Estados Unidos, será realizado e gravado a 8 de dezembro para passar na cadeia de televisão CBS, a 29 de dezembro.  

Como imigrante mexicano, Santana é o único entre todos os "galardoados" na história da atribuição deste prémio cultural, atribuído pelo "Centro Kennedy para as Artes Cénicas" dos Estados Unidos da América. De referir ainda que dos 180 vencedores contabilizados até este ano, apenas dois são de origem hispânica. 

"Saltibus" criada para servir população da grande "Saltillo"


Saltillo, capital do estado de Coahuila, no Mexico conta agora com um novo e moderno sistema de transportes. 



As Rotas - Roja, Amarrilla y Verde entraram em funcionamento já a 15 de agosto, constituindo três das 12 rotas ou circuitos, previstos para servir a população da cidade, que se cifra em cerca de 650 mil habitantes, a que se devem juntar ainda mais 100 mil, na denominada área metropolitana de Saltillo.


"Saltibus" assim se chama o novo operador de transportes nesta área metropolitana e resulta da junção das várias empresas de transportes de passageiros. 

A criação deste novo operador - "Saltibus" que é uma aposta do Governador do Estado de Coahuila, vem permitir uma melhor gestão e manutenção global da frota, das instalações inerentes ao seu parqueamento e área oficinal, a que se junta um sistema de rotatividade dos motoristas, que agora surgem ao serviço, dotados de farda e após terem realizado formação específica. 
Para trás ficam largos anos de actividade, em que cada motorista conduzia apenas o seu autocarro, cobrando as tarifas de bordo, contabilizando receitas em função do número de passageiros transportados. 
Desprovidos de fardamento e conduzindo na grande maioria dos casos, viaturas com 12 e mais anos ao serviço, que agora saem de circulação, ao abrigo da legislação vigente no México, como na maioria aliás, dos países do mundo onde os transportes públicos tem de cumprir normas de qualidade e sobretudo segurança relativamente aos passageiros, os motoristas manifestam satisfação pelas novas condições de trabalho na "Saltibus". Já as populações, dizem adeus a qualquer coisa como 100 viaturas de diversas empresas que circulavam neste território e em circuitos sem qualquer interligação e aguardam com expectativa a implementação do novo sistema de transportes públicos.

A operar vão estar um total de 80 autobuses, marca Internacional, com 12 metros de comprimento e uma capacidade para 110 passageiros, 49 dos quais sentados. Dotados de um motor ecológico, instalado na traseira do veículo, considerado panorâmico, tal a dimensão das suas janelas e de piso rebaixado, as novas viaturas estão dotadas de um sistema de bilhética que permite o uso de pré-comprados bem como a realização de transbordos, entre linhas ou rotas, num período até 75 minutos (1 hora e 15 minutos) contados precisamente a partir da primeira passagem da Tarjeta de viagem pelo sistema. 

Saltillo é recorde-se uma cidade localizada na região sudeste, a 75 quilómetros de Monterrey, estado de Nuevo León e que está 400 km ao sul da fronteira com o Texas, Estados Unidos da América.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Vila do Mexico cria próprio sistema de telecomunicações

Num mundo global as comunicações, são fundamentais. Hoje já poucos "recusam" entrar na "onda dos telemóveis e da internet" ... Mas muitos são ainda, os locais no mundo sem cobertura de redes móveis ou com deficientes ligações fixas ... Por outro lado as grandes operadoras de telecomunicações preferem ignorar a existência das pessoas e as suas necessidades de estabelecer a comunicação com o exterior.. e nesse dilema, alguém optou por alterar o cenário de isolamento comunicacional a que estava a ser votado.


"Villa Talea de Castro", um pequeno povoado no México, com apenas 2.500 habitantes decidiu criar a sua própria rede de telecomunicações. 

Um serviço mobile criado pelos próprios moradores, mediante o pagamento mensal de 15 pesos (85 cêntimos) quando anteriormente nas cabines telefónicas existentes,  pagavam 10 pesos (60 cêntimos por minuto... seria  a solução encontrada com recurso a equipamentos adquiridos no país vizinho - os Estados Unidos.

Mas o mais curioso desta história é a exigência aos moradores de Villa Talea, por parte de uma operadora, para que fosse realizado um "abaixo assinado" com 10.000 assinaturas, a solicitar intervenção da empresa naquela área territorial. 

"Tenho dois filhos que vivem fora do povoado e pelo menos duas ou três vezes por semana me comunico com eles", diz Ramiro Pérez, funcionário de um restaurante e adepto da rede de telefonia local. "Além disso, meus clientes me pedem comida por telefone. agora posso fazer todas as chamadas necessárias para meus assuntos familiares e para meu negócio", adianta com satisfação o empresário mexicano. .

Há pouco mais de três meses, antes da criação da RCT, os habitantes do povoado contavam apenas com cabines telefônicas para se comunicar. Agora todos podem realizar as chamadas locais que desejarem desde que não demorem mais de cinco minutos, por forma a não saturar as 11 linhas disponíveis localmente. E o sucesso é uma realidade que conta já com 600 subscritores mensais da RCT- Rede de Comunicações de Talea.

funcionamento da rede 
a comunicação móvel é feita por intermédio de um equipamento de sistema global, conhecido por GSM, de baixo custo, software livre e tecnologia VoIP (voice over IP) que permite transmitir voz, de forma digital, por meio da internet para todo o mundo. E à povoação foi concedida uma licença por dois anos, por parte comissão federal de Telecomunicações (Cofetel) para testar o equipamento e servir esta Vila do interior do Mexico. 


fonte: http://canaltech.com.br/noticia/telecom/Indigenas-mexicanos-cria-sua-propria-rede-de-telefonia-movel/#ixzz2dvbXLA9y 


quinta-feira, 29 de agosto de 2013

"Maravilhas" do Peru inspiram telenovela da "Globo"

A GLOBO cadeia de televisão brasileira acaba de estrear  "Amor à Vida", uma nova telenovela cujas gravações decorreram em diversas cidades do Peru - com Matchu Pitchu a servir de cenário para um grande amor...
Atrizes conquistam  fãs em terras peruanas

o jovem casal conhece-se em Matchu Pitchu
Susana Vieira e Paola Oliveira, Juliano Cazarré e Matheus Solano são alguns dos actores e actrizes que protagonizam esta historia de amor, que revela belas paisagens mas também intensos momentos de paixão, salpicados aqui e ali de inúmeros problemas e muita tensão, quando  alguns familiares (e também a sociedade, marcadamente mais conservadora) decidem interferir na relação do jovem casal. 
Estudo do guião antes dos atores entrarem em cena
Paola Oliveira e Juliano Cazarré, conhecem-se precisamente em "Machu Pitchu" essa 7ª maravilha do Mundo que, continua aliás a ser uma das maiores atracções turísticas daquele interessante país da america latina - o Peru.  
Esse imponente povoado "Inca", contabiliza já mais de 660 mil visitantes, apontando as estimativas (muito realistas) que até final de 2013, possam ter passado por esta grande referência turística peruana e de toda a região latino-americana, qualquer coisa como um milhão de visitantes. 

Paola Oliveira e Matheus Solano dois dos atores da novela 
Entre os turistas que mais rumam ao Peru, estão evidentemente, os brasileiros agora com mais interesse após a estreia da telenovela, mas também espanhóis, turistas de vários países nórdicos, franceses e alemães além dos chineses... que são os que mais viajam por todo o mundo!! 

"Cusco", mas também "Arequipa" são os locais onde a equipa da TV Globo e os atores brasileiros gravaram as cenas da nova e apaixonante novela, que conquista centenas e centenas de fãs nestas paragens e já faz subir os desejos das gentes de terras de Veracruz em descobrir " in loco" os segredos de construção desse imponente povoado "Inca" - que é Machu Pitchu ! 

Cusco uma das cidades cenário da novela
E no que toca à novela "Amor à Vida " a diferença de classes, as opções e a formação de cada um dos noivos, vão gerar problemas e contradições entre o jovem casal, que se conhece precisamente em Machu Pitchu e percorre depois, parte do território peruano. 
Paola Oliveira e Juliano Cazarré vivem um noivado que promete, pelo menos  fazer feliz o casal, enquanto as famílias não se intrometem na bela, alegre e despreocupada relação... 
(Fotos: Globo/ GDA)

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Rena(s)cimento de Pablo Milanés "brinda" público


«Renacimiento» é o titulo do mais novo trabalho discográfico de Pablo Milanés.  Um disco fruto do trabalho dos dois últimos anos do cantautor cubano, que apresenta variantes rítmicas não tão conhecidas internacionalmente, mas que Pablo considera "a essência da sua música" e a marca de uma identidade musical que só Cuba, possui.



O regresso aos palcos de Pablo Milanés acontece já a partir deste fim de semana com diversos espectáculos em Cuba, a que se vai seguir uma aguardada "gira" por vários países latino-americanos, onde o músico nunca deixou de marcar presença ao longo da sua carreira sublinhe-se cheia de êxitos cantados em todo o mundo.
Em “Renacimiento” além dos géneros e temas universais a que o cantautor já nos habituou, somos "brindados" com algumas expressões musicais marcadamente cubanas mas menos conhecidas, é verdade, que fazem parte da identidade da ilha e das suas várias expressões musicais, conseguindo Pablo Milanés uma harmoniosa mistura de antigo e contemporâneo, sintomático aliás, das influências do cantor.

"El changüí" de Guantánamo, "el guaguancó" expressão musical de Matanzas e também de Habana, "el son cubano"  na sua mais pura expressão popular,
"el danzón" originário igualmente de Matanzas, "la guajira son" que é escutado em toda a ilha de Cuba, "la conga", tocada e dançada nos grupos carnavalescos, num ritmo manifestamente saboroso além de um pouco de "jazz", são assim as vertentes exploradas por Pablo Milanés neste seu novo álbum.




















Depois dos aguardados espectáculos em Cuba, espera-se ano e meio de muitos palcos, em toda a américa latina e na europa, com Pablo Milanés neste seu «Renacimiento».



Nestas andanças musicais o trovador, não poderá certamente passar ao lado de inúmeros temas já considerados clássicos...E se por um lado "criar é o motor da sua vida", como revela Pablo "cantar" para um público cada vez mais conhecedor da obra do artista, é esse indissociável caminho que se vai fazendo...no respeito pela tradição e qualidade musical onde sons, ritmos, palavras são a imagem de Cuba que todos sentimos e amamos.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Episódios inéditos dos 50 anos «Los Jaivas»

«Los Jaivas» assinalam a 15 de agosto meio século de existência, e no âmbito desta irrepetível efeméride "histórias, influências, bastidores e aspectos da vida familiar" dos elementos da mais antiga banda Chilena estão agora em evidência, num livro de autoria da periodista Pamela Urbina Alvial, uma fã incondicional do grupo e amiga desta grande família, há já mais de uma década.
«Los Jaivas - 50 anos de história» das "Ediciones B" conta com a participação de todos os integrantes do grupo, revelando episódios deste percurso que começou "aos sete anos de idade" da maioria do seus elementos, até aos dias de hoje. A publicação revela também as influências da banda chilena noutras gerações de músicos, cantautores e outros artistas independentemente da sua arte. A participação de "Los Jaivas" em bandas sonoras de filmes ou as "artísticas capas dos discos" falam por esse longo período de tempo da banda chilena e o que ele significou em termos culturais, sociais, políticos... Mas a curiosidade maior são os olhares das esposas de todos os músicos, em torno da banda, já equiparada aos Rolling Stones...o que acontece pela primeira vez na história da música.
Os organizados turnos, para "cozinhar, lavar e levar los "niños" ao colégio", bem como diversos outros aspectos da vida desta numerosa família, para já não falar da preparação e realização de espectáculos e tornées da banda, constituem as grandes novidades deste livro, agora dado à estampa... 
"Eramos uma verdadeira e magna comunidade e como tal tudo tinha de ser organizado e partilhado. Caso contrário nunca "Los Jaivas" teriam conseguido fazer todo este seu percurso de actividade" conta Pamela, viúva del "Gato" Alquinta. E desde a criação das próprias roupas, à confecção de refeições, que em dado momento chegaram a vender para fora como forma de sustento, ou seja na fase em que a banda se instalou em Paris, tudo teve a mão das mulheres dos músicos chilenos.

"Los Jaivas" são únicos, desde logo porque nunca pensaram em ser famosos ou colocaram em primeiro plano, fins comerciais para a sua actividade musical. Depois porque as suas vidas em comum foram muito além do trabalho de bastidores, da criação musical e da subida aos palcos, fosse na america latina, na europa e no mundo... Foram também a única banda a tocar em lugares muito especiais como a Antártida ou Machu Pichu ou ainda os únicos chilenos a subir a um palco na China.

*com Por María Paz Mateluna

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Resort em Cuba com "sotaque" português

"Pestana Cayo Coco Beach Resort" assim se designa a primeira unidade do grupo Pestana, em Cuba.


O hotel de quatro estrelas, construído de raiz é a primeira aposta do grupo hoteleiro português naquele país, cujos índices turísticos têm vindo a subir ao longo dos últimos anos, constituindo um destino de primeira escolha de muitos europeus e latino-americanos.   

A entrada em funcionamento deste moderno complexo hoteleiro, com 508 quartos, em 11 edifícios, de apenas três andares, com excelente enquadramento paisagístico, conta com um total de 3 piscinas, para adultos, uma outra para crianças, um Clube infantil, quatro restaurantes e cinco bares, onde a cozinha cubana mas também a internacional são a imagem de marca do "Pestana Cayo Coco Beach Resort" que ocupa uma área de 100 mil metros quadrados e uma fabulosa vista para o mar do Caribe.  

Curioso é também o facto do Chef executivo dos restaurantes à "lá carte" ser de  nacionalidade portuguesa, o que vem permitir a boa representatividade da gastronomia portuguesa, nas ementas desta unidade, aberta a 1 de agosto, como confirma fonte do grupo.

Um design moderno e colorido, tipicamente cubano, a proximidade do Aeroporto Internacional de "Jardines del Rey", a muito poucos quilómetros, fazem do "Cayo Coco" um verdadeiro paraíso tropical, com praias de areia branca, águas calmas turquesa, ideal para mergulho e para desfrutar da natureza. Neste capitulo além da praia privada, das águas propícias para a prática de vela, são ainda disponibilizados aos turistas passeios a cavalo, além das mais modernas comodidades climáticas e de comunicações. 
destino é uma autêntica reserva natural, rodeada por exuberantes recifes de corais o que traz adicional atractividade a este hotel, explorado através de um contrato de administração celebrado entre a cadeia portuguesa de hotelaria e a empresa cubana de turismo Gaviota.Cc-06/13