Translate

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Fotografo Mexicano expõe em Lisboa

A Embaixada do México em Portugal e a Casa da América Latina trazem a Lisboa, a partir do dia 2 de Maio de 2012, a exposição de fotografia do mexicano Marco Antonio Cruz Habitar a Escuridão, um ensaio fotográfico sobre a cegueira no México.
A exposição é composta por 50 fotografias a preto e b ranco captadas entre 1977 e 2005 sobre numerosos casos de cegueira, conjugando o testemunho da vida quotidiana dos invisuais no México com a grande sensibilidade social e artística de um dos maiores fotógrafos documentais deste país. A exposição estará patente de 2 a 23 de Maio de 2012, na Fundação Champalimaud, em Lisboa.
A 3 de Novembro de 1953 nasceu em Puebla, no México, Marco António Cruz. Estudou pintura na sua cidade natal e, no início da sua carreira, trabalhou como assistente de Héctor García, um dos fotógrafos documentais mais importantes do México. Claramente sob a influência da lente de Nacho López, mas também pela sua grande sensibilidade social, retratou imagens da Cidade do México no terramoto de 1985, homenageou a torre latinoamericana e realizou uma reportagem sobre a última Pulquería na Colónia Roma. Guatemala e os seus apanhadores de café assim como fotografias da vida na China e Nicarágua também se encontram entre a sua galeria.
O trabalho de Marco A ntónio Cruz publica-se em jornais e revistas nacionais e estrangeiras. A Jornada, a Revista Processo e a LIFE foram dos seus principais escaparates para o trabalho que desde 1977 manteve o seu olho ávido e atento a qualquer movimento, do rosto, da acção e a luz, mas também da escuridão.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Vida dos Corvinos dá filme premiado na América latina


O filme "É na Terra, não é na Lua", de Gonçalo Tocha continua a correr mundo e com enorme êxito.
A película que retrata o quotidiano da vida das gentes da ilha do Corvo, nos Açores, vai ser exibido no México, Argentina, Brasil e Espanha.

Mas o êxito desta obra documental não se fica pela passagem pelas salas de cinema, mas antes pelos prémios já conquistados como aconteceu recentemente ao arrecadar um prémio referente ao novo cinema português, no âmbito da 14ª edição do BAFICI - Festival de Cinema Independente de Buenos Aires. A obra cinematográfica foi considerada pelo júri como a melhor na categoria "Cinema do Futuro".

O galardão recebido na Argentina vem juntar-se à menção especial recebida no Festival de Locarno, em Itália, e ao prémio obtido no Festival Nacional DocLisboa e à atribuição de 11 mil euros a Gonçalo Tocha por parte do canal de televisão argentino «I Sat» pelos direitos televisivos e como "prémio de estímulo" á continuidade do trabalho do realizador português.

De que obra se trata quando falamos de «É na Terra, não é na Lua»??? Trata-se de um olhar do realizador - Gonçalo Tocha  sobre a ilha do Corvo, nos Açores a mais pequena, mais preservada e tradicional, se assim podemos dizer, porque também a menos acessível de todo o arquipélago açoriano. Gonçalo Tocha partiu para o arquipélago em 2008 com uma equipa constituída por si, um operador de câmara e um técnico de som. E do que viram e ouviram e sobretudo viveram naquele pequeníssimo mas belo território, é partilhado por todos quantos assistam à exibição do filme que depois da estreia em Nova Iorque faz um périplo por diferentes festivais internacionais onde poderá arrecadar distinções ou prémios dado o excelente documentário que se nos apresenta.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Curtametragem portoriquenha "candidata" em Cannes

É a primeira vez, na já longa história do Festival de Cannes, que surge um filme de Puerto Rico, candidato à Palma de Ouro. 
O feito acontece este ano, pela mão do realizador portoriquenho Alvaro Aponte Centenomi, ao apresentar no maior evento mundial da 7ª Arte uma curtametragem, candidata ao prémio maior na sua categoria.
«La Santa Mirada» é o nome da película do realizador portoriquenho e foi uma das dez seleccionadas entre mais de 4.500, com duração entre 10 e 15 minutos, apresentadas ao Comité de Seleção de Cannes 2012, que se realiza de 16 a 27 de Maio próximo, em França.
Na edição deste ano do Festival de Cannes e no que se refere à descoberta de jovens cineastas, as atenções estiveram viradas para as sete centenas de filmes apresentados por 320 escolas de cinema de todo o mundo e onde figuram duas películas “made in” Argentina e também uma obra realizada numa Escola cubana de Cine y TV (localizada em San Antonio de los Baños).
«Pude ver un puma», realizado por Eduardo Williams e «Resen», de Eti Tsicko são os dois trabalhos de origem Argentina escolhidos pelo júri. Já a cubana EICTV apresenta «Terra» com assinatura do jovem Piero Messina, perfazendo então 5 presenças latinas na edição 65 do Festival de Cannes.
Para as contas baterem certo, surgirá também na corrida à Palma de Ouro, o fime «On the Road» do brasileiro Walter Salles…
Resta-nos agora, esperar para ver!!!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Santana lança novo álbum e prepara série de concertos

Carlos Santana lança a 15 de MAIO, um novo CD -o 36º da carreira do músico (exímio guitarrista aliás) que fez digamos assim a fusão da música latina com o rock. 
O novo álbum de faixas instrumentais, num total de 13, muitas delas inéditas, chama-se «Shape Shifter» mas que segundo o músico antecederá dois outros que estão "na forja".
De acordo com entrevista do astro do rock à revista Billboard, este novo trabalho vai servir de base ao conjunto de shows que Carlos Santana e sua banda vão realizar este ano nos Estados Unidos, House Of Blues, de Las Vegas será o palco para qualquer coisa como 45 actuações (para gáudio dos amantes do "rei da latin- guitar! 

Carlos Santana fará a sua segunda grande temporada (ou torneé se quiserem assim designar), em Las Vegas, sendo que na primeira,o músico ali permaneceu quase dois anos - entre Maio de 2009 e o mesmo mês de 2011. Tempo durante o qual deu nada menos que 72 concertos com sua banda (muitos deles esgotados), no que se pode considerar um dos maiores êxitos de um artista e sua banda, em terras di Tio Sam ...

sexta-feira, 13 de abril de 2012

"Jardins Verticais" protegem Ambiente no Mexico

Sete jardins gigantes e verticais foram já instalados no México. O objectivo é promover o design verde e a qualidade de vida nos espaços públicos urbanos e com isso revitalizá-los.

























Iniciativa inédita no mundo, esta do grupo VerdMX, organização sem fins lucrativos, que garante «benefícios em dose dupla - beleza para os olhos e ar puro para os nossos pulmões».
Anualmente, de acordo com o VerdMX, cada metro quadrado de um jardim vertical é capaz de “capturar” até 130 gramas de poeiras geradas pela poluição de carros e outras fontes. Um efeito que semultiplica de acordo com o tamanho do jardim» asseguram os promotores desta atitude verde.
E um revestimento de dimensões semelhantes ao da fachada de um prédio de quatro andares, pode então filtrar 40 toneladas de gases nocivos à saúde, ao longo de todo o ano e também, capturar e processar 15kg de metais pesados, presentes no ar, como são os casos do chumbo, cádmio e cobre.
Estes jardins verticais agora instalados em vários bairros, no México também vão ajudar a reduzir as “ilhas de calor” nas cidades.
“Embelezar os espaços urbanos e melhorar o ar que as pessoas respiram é uma forma de crescerrmos como país e de sensibilizar os cidadãos para a necessidade de cuidar do meio ambiente” frisa fonte do grupo “VerdMexico” que conta com o apoio da Nissan para o alargar desta rede de jardins gigantes verticais a outros pontos do território.

Luis Pastor sobe aos palcos no 25 d' abril e 1º de Maio


LUIS PASTOR o Cantautor español, nascido em Cáceres, continua a cantar os temas que fizeram sucesso na sua carreira, mas também a cativar auditórios ao recordar episódios da sua vida quando em Portugal o Zeca Afonso e os seus temas, eram proibidos. Amigo de Zeca, de Saramago e de Portugal, também co-responsável das apresentações do Zeca Afonso em território espanhol Luís Pastor prossegue a sua série de espectáculos, em Barcelona - dia 25 de Abril, em Zaragoza nos dias 26 e 27 . Ruma depois a Leon onde actua pelas 13h30 (hora espanhola) no âmbito das comemorações do 1º de Maio, que decorrem na Plaza Mayor.  
E Maio vai chegar, com muitas Cantigas e actuações de Luís Pastor em Ceuti, Cáceres num regresso à sua terra natal, Santa Barbara e La Tertúlia, nos arredores de Granada.  

Carrefour quer criar novos postos de trabalho, em Espanha

O grupo Carrefour pretende abrir novas lojas em Espanha e criar um total de 3.000 postos de trabalho. A aposta da cadeia francesa de distribuição, deverá "consumar-se até final deste ano – 2012” confirmou o diretor de operações em Espanha - Rafael  Árias-Salgado, embora sem avançar o número de lojas e de agências de turismo do grupo francês, a abrir no território espanhol.
O grupo francês da distribuição alimentar conta, em toda a Espanha, com um total de 180 lojas "Carrefour Market" e "Carrefour Express", insígnias diferenciadas pela sua área bruta e qualquer coisa como 400 agências de turismo (ou de viagens), sendo apontado um acréscimo da ordem das 70 lojas e uma centena de agências, criando assim um total de 3 mil novos empregos.
O Carrefour em Espanha emprega cerca de 40 mil pessoas, constituindo este o seu terceiro maior mercado, depois da França e do Brasil. A sua rede de vendas neste território atingiu os 22,5 biliões de Euros, no primeiro trimestre do ano corrente. 

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Susana Baca de regresso a Portugal


Dois concertos estão marcados neste regresso da cantora Peruana ao nosso país. A 9 de Maio é a Casa da Música que acolhe a mais “africana” das artistas latinas, que no dia seguinte sobe ao palco do Centro Cultural de Belém.

O ponto de partida para esta viagem musical é o novo álbum de Susana Baca – “Afrodiaspora” onde Africa e América Latina se cruzam ou não tivesse a cantora nascido em Lima, no Peru, estendendo as suas raízes para lá do Atlântico.

 

Cantora de música negra, com seu jeito muito próprio, Susana Baca, diz querer permanecer na memória das pessoas, assim mesmo “a cantar” …
E se de origens e influências se pode falar, muitos são aqueles que associam Susana Baca, à música tradicional cabo-verdiana e Cubana, bem como a duas das suas maiores interpretes – Cesária Évora e Omara Portuondo…
Com uma voz fantástica que dá cor a melodias afro-peruanas, numa toada melancólica, Susana Baca foi descoberta em 1985 pelo público anglo-saxónico, depois de ter entrado na compilação "The Soul Of Black Peru", naquele que seria um memorável lançamento da editora de David Byrne « a Luaka Bop»
Susana Baca viria depois a trabalhar com muitos outros músicos da "downtown" nova-iorquina, Arto Lindsay, por exemplo, chegando a “figura incontornável” das músicas do mundo. "Espiritu Vivo", um disco de atmosferas melancólicas ou «Travessias» gravado em Nova Iorque, que conta com a participação especial de Gilberto Gil no tema "Estrela" ou o cantar de poemas de Pablo Neruda como "Guillermina" ou ainda a recriação em espanhol e inglês do tema "Volcano", de Damien Rice, fazem parte da história e da já longa carreira da cantora peruana.
Conhecida muito para lá dos limites geográficos do Peru, a detentora de um Grammy, pelo seu álbum «Lamento Negro» editado em 2002, Susana Baca, integra o Instituto Negro Contínuo, que fundou com o marido e sociólogo Ricardo Pereira, instituição cujo objectivo é investigar e divulgar, precisamente a cultura “afro – peruana”. (Quem diria que existem ligações!)

Susana Baca regressa agora a Portugal, depois dos púbicos de Lisboa, Guimarães, Porto e da Guarda, amantes desta voz terna e melodiosa ter tido a oportunidade de ouvir Susana Baca, em 2005, 2006 e 2011, nos espectáculos que então tiveram lugar…


domingo, 8 de abril de 2012

Iglesias no Chile, Argentina e Paraguay

Júlio Iglesias  tem concertos esta Sexta e Sábado (13 e 14 de Abril)em Santiago do Chile, esperando-se um fim de semana de enchentes em ambos os espectáculos do cantor espanhol na capital chilena.

A tornée do artista espanhol prossegue depois na Argentina, onde actuará no día 19 em Buenos Aires e dia 21 em Mendoza e a 25 em Córdoba (mas do Paraguay) terminando o mês com um concerto a 28 na capital Paraguaya, de acordo com a página oficial do cantor.


Iglésias iniciou esta série de concertos no Chile para apresentar o seu último disco intitulado  «1» (Um assim mesmo) volume 2, que inclui nada menos que catorze canções nas quais o conhecido artista español radicado em Miami (nos Estados Unidos) recria muitos dos êxitos da sua já longa carreira e que irá terminar este ano, como Júlio Iglésias já anunciou publicamente.  

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Metro de Santiago do Chile é o melhor de toda América

O Metro de SANTIAGO, capital do Chile foi considerado o melhor de toda a América (norte, centro e sul) no âmbito da reunião da rede de metropolitanos no mundo que teve recentemente lugar em Londres.
O "comboio" subterrâneo chileno recebeu mesmo o galardão máximo «Metro Awards» distinção da maior  importância uma vez que no âmbito deste "concurso" os concorrentes directos do metropolitano chileno eram os congéneres de Dallas, Pensylvãnia, Montreal, também do Rio de Janeiro e São Paulo.
Esta distinção como "el Mejor de America" teve em linha de conta um conjunto de factores como a rede de cobertura, frequência, eficiência, os níveis de serviço ao cliente, também a acessibilidade, a segurança, as condições ambientais e a inovação tecnológica do metropolitano de Santiago do Chile.    
  
Este reconhecimento internacional vem na sequência aliás da designação de "4º melhor metropolitano do Mundo" com que a CoMET - Community of  Metros brindou o metro de Santiago, isto em 2010 e também do  prémio "International Achievement Award (IAA)" pelos desenhos (ou pinturas) nos tectos de quatro estações da linha 5, distinção atríbuida no ano passado. 

De referir ainda que, o Metro de Santiago foi finalista na categoria que elege os trens urbanos com melhores projectos de desenvolvimento, chegando à análise final a par com a rede de Metro de Paris e o sistema de comboios de superfície de Londres, perdendo neste capítulo para o metro do Reino Unido. 

quinta-feira, 5 de abril de 2012

WIRIKUTA  Não se Vende ! WIRIKUTA Ama-se! Wirikuta defende-se ! 

WIRIKUTA no México é uma zona protegida, dir-se-ia até «sagrada» pela património natural e cultural que encerra pois é aí que vivem comunidades indígenas que são uma referência ou marca identitária daquele país latino-americano. O Estado consagrou ao abrigo da lei vigente esta uma área protegida mas curiosamente é Governo aprovou para este vasto pedaço do território, a exploração (desenfreada) de minas por parte de empresas Canadianas. É dizem o dinheiro a cilindrar todo um património natural e cultural aí existente.

Os protestos, as mensagens, as iniciativas das mais diversas da sociedade mexicana já se fizeram sentir. Nesse âmbito está em curso uma forte e dinâmica Campanha nomeadamente nas redes sociais contra este atentado ao que é de todos, no Mexico e no Mundo. Os artistas, os músicos, os defensores do ambiente estão na primeira linha deste combate contra as minas e o apagar da história local  e daí a realização do  «WIRIKUTA Fest» .O evento agendado para 26 de Maio, mas ainda sem local definido, vai ter lugar sob o lema WIRIKUTA Não se Vende!! WIRIKUTA Defende-se!!  

Várias são as bandas, musicos e cantautores mexicanos como "Café TACVBA" os Calle 13, também Julieta Venegas e Zoé, nomeadamente. E a coisa promete!!!
 A preservação de Wirikuta! área "sagrada" ou protegida (como queiram), é o objectivo desta magna acção em que jovens, principalmente vão certamente ser o forte desta festa que não deixará de ser mais uma manifestação pública (mais uma entre tantas) a favor das comunidades indígenas e contra os grandes interesses económicos externos que colocam em risco vidas humanas, património natural e cultural, a troco do falso " desenvolvimento económico" Mexicano. 

terça-feira, 3 de abril de 2012

Omara & Buena Vista no Festival de Oeiras


A «Orquesta Buena Vista Social Club» um dos grupos ou bandas Cubanas mais conhecidas entre nós, têm encontro marcado com o público dia 4 de Julho.
A actuação de «Buena Vista Social Club» conta também com a cantora Omara Portuondo (que chegou a fazer dupla quer com Maria Bethânia quer com Chico Buarque, entre outros) acontece no âmbito do festival EDP Cool Jazz Fest que se realiza em Oeiras.
 
A formação cubana toca nos Jardins do Marquês de Pombal, vem ainda acompanhada pelo guitarrista Barbarito Torres, o trompetista Guajiro Mirabal e o trombonista Aguaje Ramos, todos referências musicais de Cubana na actualidade
Conhecidos como os embaixadores da música cubana, a Orquesta (e não Orquestra como se designam estas bandas na América Latina) Buena Vista Social Club mantém intacta a riqueza sonora da música cubana clássica. Son, bolero, danzón, guajiro e tantos outros géneros desfilam intactos nos espectáculos do grupo, que curiosamente integra alguns dos músicos da formação inicial.
Presença frequente em Portugal (assim como Septeto Habanero que gravaram CD com Vitorino, esta constitui mais uma das oportunidades para revisitar canções emblemáticas da formação e também verdadeiros ícones da musica Cubana.
De referir que do cartaz deste Festival faz ainda parte o “cantor- revelação 2011” não só em Espanha, mas igualmente em toda a América Latina – Pablo Alborán . A sua actuação tem lugar a 24 de Julho, quando é notória e crescente a legião de fãs do jovem cantor, nascido em Málaga.