Translate

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

PATXI estava "por venir " a Portugal ...

Foi o histórico programa de TV Zip-Zip que deu a conhecer o cantor -Patxi Andion. Mas além de músico, cantautor (cantor e compositor de belas melodias) é também ator.
Patxi Andion esteve em portugal várias vezes mas para cantar duas, não sem que antes a PIDE/DGS o tivesse expulsado do país relegando a apresentação do cantor para anos mais tarde.
Francisco José Andión González , mais conhecido por «Patxi Andión» nasceu em Madrid, a 6 de otubro de 1947 mas bem pequeno rumou com os pais para a região Basca e daí ser referenciado como de origem basca. Mas para além da sua actividade como cantautor Patxi é professor de sociología. 
A sua faceta de ator essa está patente em algumas películas espanholas dos anos 70 e 80 do seculo passado. São mais de uma dúzia as participações como ator, umas quantas também como compositor e ainda outras na direcçao de séries para Televisão. 

Rica é igualmente a discografia de Patxi sendo o primeiro longa diração datado de 1969, gravando à media de um trabalho ao ano quase até aos nossos dias. Marcante na sua carreira e também para a histórica dos musicais é "EVITA" no ano 1981 e que viria a estar em cena, mais de dois anos e meio.
Conhecedor da obra e do cantor espanhol, da força das suas canções Ary dos Santos viria não apenas a traduzir para português algumas das suas canções como a gravar em disco algumas delas na voz de Tonicha, isto ainda antes do 25 de Abril.


Em 24 de Março de 1974 o cantor basco actuou finalmente em Portugal, tendo por palco o "Coliseu dos Recreios de Lisboa" Completamente superlotado Patxi Andion viria a ser fortemente ovacionado e de pé sob os olhares dos agentes da então polícia politica do regime que circularam na sala durante o concerto.
Patxi Andion viria entretanto várias vezes ao luso território a maioria das quais para cantar e conviver com os muitos amigos que por cá fez. Um deles ou melhor uma das amigas é a Fadista Ana Moura com quem vem aliás a colaborar no âmbito do seu terceiro disco.

Em Maio de 2009 Patxi Andion realizou não um mas quatro grandes espectáculos que permanecem na memória de muitos concidadãos . Actuou na Figueira da Foz, em Lisboa, no Porto e também na cidade da Guarda.
Os anos passam e eis-nos chegados a 2013. Patxi Andion está de regresso a Portugal desta feita para apresentar o seu último trabalho intitulado «Porvenir».E depois da passagem pelo "Herman José" na RTP1 aí estão os Concertos - no dia 8 de dezembro no Centro Cultural de Belém, em Lisboa e no dia seguinte (dia 9) na Casa da Música, no Porto...

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Bolivia com crescimento económico "record"

A Bolivia terminará o ano de 2013 com um crescimento económico considerado "record".

«Revendo os dados económicos estou surpreendido com o crescimento económico do país, podendo mesmo ser considerado um "record histórico" este crescimento que se estima  da ordem dos 6,5%  em 2013»  manifestou Evo Morales, Presidente da Bolívia no decurso de recente conferência de imprensa.

O chefe do Estado Boliviano atribuiu esta «"bonança" económica ao esforço do povo, à subida do sector produtivo e também à política de nacionalizações implementada desde 2006, com intuito de recuperar os muitos recursos naturais e as empresas consideradas estratégicas para o desenvolvimento da Bolívia e o bem estar dos bolivianos».
Evo Morales sublinha que «a realidade é hoje bem diferente dos tempos "neo-liberais"» quando o crescimento económico anunciado era da ordem dos 3%  «mas tinhamos nas ruas, em marchas de protesto e reivindicação de aumentos salariais os trabalhadores de vários sectores de actividade e os médicos por exemplo, face á falta de poder aquisitivo de bens e serviços. Actualmente os aumentos salariais estão sempre acima da inflacção», destacou o presidente boliviano. 
Dado não menos importante diz respeito ao investimento público que em 2014 superará os  6.000 millões de dólares, sendo que 20% desse montante provém de créditos e os restantes 80% " de recursos próprios bem ao invés do que sucedeu durantes os governos neoliberales e tomemos como exemplo o ano de 2005 em que do valor de 600 millões de dólares, cerca de 70% provinha de créditos o que tornava o Estado dependente do exterior, quando os recursos estavam na mão de privados nacionais e estrangeiros.
Uma mudança que decorre do gerar de divisas por parte das empresas estatais, do reinvestimento de impostos pagos pelos bolivianos e da democratização dos investimentos, o que se traduz em beneficios para os bolivianos, em obras suportadas pelo Estado e pelos Municipíos e implementação de vários programas estatais, realizados a pensar na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e do desenvolvimento económico da Bolívia. 

Evo Morales sublinhou não ser tempo de euforias mas de alguma contenção, pois apesar deste crescimento "record", de aumento de recursos em cada uma das regiões da Bolívia, das previsões favoráveis para 2014,  «temos de estar preparados para enfrentar possíveis reflexos das crises económicas na Europa e nos Estados Unidos que persistem. E, tal como aconteceu em 2008 a pretexto da "crise do capitalismo" na América, quem saíu particularmente afectado foi o Brasil e as transacções económicas com esse país. Dessa situação viria a resultar, por exemplo, uma forte quebra nas vendas de gás, por parte da Bolívia e por consequência menos receitas». 

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Miguel Bosé reconhecido como "Persona del Año 2013"

 Miguel Bosé vai ser reconhecido internacionalmente como "Persona del Año 2013" pela Academia Latina de "la Grabación", responsável pela atribuição dos Latin Grammy.

O "Tributo à Personalidade deste ano (2013)" vai ter lugar a 20 de novembro no Casino de Las Vegas como parte integrante da Semana de Celebração ou de atribuição dos Latin Grammy 2013
 
"O cantautor panamiano foi escolhido" - diz a organização dos Latin Grammy "pelos seus esforços filantrópicos sociais e profissionais". 
«Como verdadeira organização internacional, a "Academia Latina de Gravação" procura reconhecer pessoas que deixam marcas na musica e na cultura. E este ano orgulhamo-nos de render homenagem a um artista e filántropo, cujo imenso talento e generosidade tem tido um profundo impacto " comentou Gabriel Abaroa, presidente da Academia Musical.
"Estamos emocionados por homenajear um dos artistas mais respeitados y vanguardistas, assim como um Homem cuja ajuda desinteressada, tem beneficiado muitas causas e pessoas em todo o mundo".

A  "Homenagem a Miguel Bosé" vão ser  mostradas imagens e episódios da carreira do Artsita além de que, boa parte do seu repertorio, será interpretado por amigos y figuras da cena musical internacional como "Pablo Alborán, Juanes, Ricky Martin, Laura Pausini, Alejandro Sanz, Julieta Venegas, Carlos Vives", nomeadamente.

De recordar que "Bosé" ja recebeu diferentes reconhecimentos públicos e de nível nacional e internacional, incluindo um ""Grammy Latino"" pelo seu álbum "Sereno" datado de 2001 e, esteve nomeado em várias ocasiões ao longo da história dos "Latin Grammy".

Durante a sua carreira o cantautor trabalhou com grandes artistas entre os quais  figuram "Juan Luis Guerra, Juanes, Ricky Martin, Laura Pausini, Paulina Rubio, Alejandro Sanz, Shakira y Julieta Venegas, entre muitos outros.

A sua entrega a causas originou um arrecadar de importantes receitas por parte de instituições solidárias e de defesa de direitos fundamentais na sociedade dos nossos dias. Uma delas é precisamente  a  "Fundación Paz Sin Fronteras", criada para que o "Direito à Paz" seja reconhecido como um dos "Direitos Humanos Universais" e primordiais y como tal,  incluido na Carta Magna das Naciones Unidas.

Ao ser homenageado como "Persona del Año 2013 de ""la Academia Latina de la Grabación", Bosé junta-se a uma vasta lista de homenageados anteriormente e que integra nomes bem conhecidos como os de "Plácido Domingo, Gloria Estefan, Vicente Fernandez, Juan Luis Guerra, Carlos Santana, Shakira, y Caetano Veloso, por exemplo...

20 de novembro
Tributo a Miguel Bosé
Casino de Las Vegas (EUA)